Parlamentares relatam preocupação de Lula com a crise do país

Publicado por 30 de maio de 2018 às 09:26

Os líderes do PCdoB, PDT, PSB, PT e Avante denunciaram a ilegalidade do encarceramento e o direito à participação do petista nas eleições deste ano. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi preso, após ser condenado, sem provas, a 12 anos e um mês de prisão, pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex de Guarujá (SP).

De acordo com o líder do PT na Câmara, deputado Paulo Pimenta (RS), o ex-presidente está indignado, mas com a certeza de que a justiça provará sua inocência. “Lula tem desafiado o juiz Sérgio Moro e os desembargadores para que apresentem uma prova. Uma qualquer que pudesse justificar essa situação que hoje ele (Lula) está vivendo”, afirmou.

Representando a liderança da Minoria e o Partido Democrático Trabalhista (PDT), Weverton Rocha (MA), enfatizou que os partidos têm a responsabilidade histórica de defender de forma “intransigente” a democracia. “É necessário compreender que nesse momento difícil que ela (democracia) vive, vendo direitos e as garantias, todas sendo ameaçados, claro que a gente não poderia achar que a prisão do presidente Lula seria uma coisa normal, natural. Ou que ficaria todo mundo acomodado. O Brasil todo está percebendo essa agressão”, disse.

Para Orlando Silva (SP), líder do PCdoB na Câmara e integrante da Comissão Externa da Casa, a missão do Parlamento foi cumprida em observar as condições em que se encontra o ex-presidente Lula. Ele relata que foi marcante ver o presidente “muito preocupado com a população brasileira. Acompanhando o desenvolvimento da crise no Brasil”.

Ele se disse impressionado que, numa condição muito adversa, o presidente está preocupado com as condições de vida do povo, o desemprego crescente e com o desabastecimento que está atingindo a vida das pessoas. “O que mostra o que é a marca da trajetória do presidente Lula, que é a marca da solidariedade. Dói muito a injustiça, perceber que o maior líder popular se transformou num preso político. Está detido porque as elites têm medo que o povo, tendo o direito de escolher, o elejam uma vez mais ”, salientou Orlando.

Na última pesquisa do Instituto Vox Populi, Lula aparece na frente, em cenário espontâneo, quando não são apresentadas as opções de voto. O petista tem 34% das intenções de votos.
Vice-líder da Oposição na Câmara, Jandira Feghali (PCdoB-RJ), enfatizou que a visita foi além de institucional e que os parlamentares trazem a memória de quem conhece a história de Lula há muitos anos. “E o PCdoB acompanha as eleições de Lula desde 1989. E acho que a gente traz solidariedade. Traz muitas cartas, fotografias, presentes. Pessoas que mandaram, através de nós, afetos e abraços”.

Segundo Feghali, o ex-presidente reafirma, de forma muito clara e precisa, a sua inocência, passando esperança aos seus apoiadores. “Pede todo o tempo a proximidade com o povo. A luta unitária neste momento. E nós informamos a ele a nossa análise, de que os partidos de esquerda e do movimento social que amanhã (30) estaremos nas ruas”.

APOIO À GREVE DOS PETROLEIROS

Nesta quarta-feira, início da greve dos petroleiros contra a privatização da Petrobras, haverá manifestações em todo o país em defesa da estatal, pela redução dos preços dos combustíveis e o retorno imediato da democracia com Lula livre. “Liberdade e democracia são bandeiras fundamentais”, concluiu Jandira.

A comitiva de deputados que foi averiguar, nesta terça, as instalações onde Lula se encontra em Curitiba contou com a presença do PCdoB, PDT, PSB, Avante e PT.

 

 

Fonte: PCdoB na Câmara

Fonte:

Tags:  
Link de Acesso a Matería
Parlamentares relatam preocupação de Lula com a crise do país – O Itaqui Notícias Parlamentares relatam preocupação de Lula com a crise do país | O Itaqui Notícias