Ao celebrar título, capitão do Corinthians protesta contra morte de Marielle

Publicado por 25 de junho de 2018 às 09:59

Ao celebrar o título da Liga Ouro de basquete, o armador Corinthians, Gustavinho, aproveitou a comemoração para protestar e relembrar que na sexta-feira completou 100 dias da morte da vereadora Marielle Franco (Psol) e de seu motorista, Anderson Pedro Gomes.

Na decisão da Liga Ouro, o Corinthians venceu o jogo 4 da série de melhor de cinco na decisão diante do São José, por 74 a 63. No momento em que foi erguer a taça de campeão do torneio, que dá ao clube o direito de disputar a primeira divisão da NBB, o jogador exibiu uma camisa com a pergunta: “Quem matou Marielle?”

“É importante a gente se posicionar, lutar pelos direitos humanos. Há um tempo atrás, nós lutamos contra uma medida provisória do Temer. Nos unimos, fizemos uma faixa, todos os jogadores apoiaram: ‘esporte + cultura = segurança’. Hoje (sexta-feira), fazem 100 dias que a Marielle morreu. Uma lutadora dos direitos humanos. É importante a gente se posicionar, não ficar calado. Quando temos oportunidade, precisamos representar essas pessoas que lutam pelas minorias”, explicou o camisa 10, em entrevista ao Globo Esporte.

Marielle e seu motorista foram executados em 14 de março e o caso não foi esclarecido pela polícia.

 

Fonte:

Tags:  
Link de Acesso a Matería
Ao celebrar título, capitão do Corinthians protesta contra morte de Marielle – O Itaqui Notícias Ao celebrar título, capitão do Corinthians protesta contra morte de Marielle | O Itaqui Notícias