Mulher que teria sido baleada por ex em Jacarepaguá recebeu alta neste sábado

Publicado por 2 de julho de 2018 às 10:05

A mulher baleada no fim da tarde d sexta-feira(29) na Avenida Ayrton Senna, em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio, teve alta na manhã deste sábado. Ela havia acabado de deixar a Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) de Jacarepaguá, onde foi com o namorado dar uma nova queixa contra o seu ex, o corretor de imóveis Paulo Henrique Goulart, de 43 anos, quando o veículo em que estava teria sido fechado próximo à estação de tratamento de água da Cedae. De acordo com a vítima, Paulo Henrique teria descido do veículo e disparado pelo menos 11 vezes contra o casal.

A mulher foi atingida no tórax e de raspão no pescoço e no ombro. A bala ficou alojada no tórax. Já o atual namorado foi atingido três vezes. Ele segue internado no Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, também na Zona Oeste. A Secretaria Municipal de Saúde não informou o estado de saúde do homem baleado.

A 32ªDP (Taquara) assumiu as investigações. Segundo a Polícia Civil, foi pedido à Justiça neste sábado um mandado de prisão temporária contra Paulo Henrique e agentes fazem buscas em várias regiões para localizá-lo e prendê-lo em flagrante. De acordo com os agentes, ao todo, há oito queixas de mulheres que relataram ameaças pelo corretor de imóveis.

O carro do casal foi atingido por 11 tiros

O carro do casal foi atingido por 11 tiros Foto: Uanderson Fernandes

O comportamento agressivo do rapaz já acontecia há pelo menos seis meses, período que eles já estavam separados. Pouco tempo antes de irem à delegacia, Paulo encontrou com o casal em um supermercado e fez inúmeras ameaças. Em maio, depois que Paulo invadiu a casa da família da jovem com uma arma, a Justiça concedeu medida protetiva determinando que o acusado nao fizesse nenhum tipo de contato com a ex-namorada e não se aproximasse a menos de 500 metros. Ele não respeitava a determinação, segundo a família.

Há pouco tempo, a vítima descobriu que Paulo a monitorava pelo GPS de um celular que ele lhe deu de presente quando ainda estavam juntos. Na semana passada, o pai da jovem também foi ameaçado pelo ex-genro.

— Ele foi no meu trabalho armado e me ameaçou, dizendo que mataria toda a família.

Segundo a família, Todas as ameaças feitas por mensagens de celular foram apresentadas à polícia.

— Nós ja perdemos as contas de quantas vezes fomos à delegacia prestar queixa, mas nunca fizeram nada porque não acreditavam que poderia nos acontecer alguma coisa. Até que aconteceu — disse um familiar revoltado.

Fonte:Extra

Fonte:

Tags:  
Link de Acesso a Matería
Mulher que teria sido baleada por ex em Jacarepaguá recebeu alta neste sábado – O Itaqui Notícias Mulher que teria sido baleada por ex em Jacarepaguá recebeu alta neste sábado | O Itaqui Notícias