Após deixar hospital, mulher esfaqueada pelo ex diz: ‘Não deixe passar em vão’

Publicado por 24 de setembro de 2018 às 12:45

No início da madrugada de domingo, Kamila Silva, de 30 anos usou as redes sociais para agradecer seus familiares, amigos e a equipe médica após receber alta do Hospital Albert Schweitzer, em Realengo, na Zona Oeste do Rio. Ela foi esfaqueada pelo ex-marido Alessandro Silva, na última terça-feira, quando voltava da escola da filha mais nova na Rua Salvador Sabaté, também em Realengo. Kamila deixou a unidade hospitalar na sexta-feira, segundo informou a Secretaria municipal de Saúde.

— Quero agradecer todas as mensagens de carinho que me mandaram. Todas as orações. Muito obrigado por tudo. Quero agradecer do fundo do meu coração aqueles que me ajudaram, que estavam na rua e que me levaram para o hospital. Infelizmente foi uma fatalidade o que aconteceu. Já estava previsto. Eu tinha buscado as medidas protetivas, mas infelizmente não havia conseguido por falta de provas. Porque a justiça trabalha com provas e eu não tinha. Mas foi feito a vontade de Deus — disse Kamila em um vídeo publicado na madrugada de domingo.

— Estou bem, estou na casa da minha família, dos meus parentes. Peço que continue orando por mim, porque ainda estou em recuperação, disse a vítima que ainda acrescentou:

— Ele falou que eu trai ele, mas quem me conhece sabe que não é verdade, e tudo que eu fiz foi pra ajudar uma pessoa que eu achava que precisava de ajuda, mas chega um momento em que a gente precisa deixar Deus trabalhar.

Kamila Silva foi socorrida e levada para a UPA Jardim Novo Realengo

Kamila Silva foi socorrida e levada para a UPA Jardim Novo Realengo Foto: Reprodução/redes sociais

Kamila encerrou o vídeo incentivando que outras mulheres denunciem qualquer tipo de violência doméstica.

— Se você estiver vendo alguma vizinha sua ou alguma conhecida sua disser que está precisando de ajuda, ajude, ligue, denuncie. A mulher não vive desse jeito porque ela quer. Ela vive muitas das vezes por vergonha, por medo de que aquele homem vai ameaçar a sua família, vai ameaçar os teus filhos, parentes e não sai da situação pensando no próximo. Liga, denuncia. Se ele for pego em flagrante é melhor ainda. Não deixe passar em vão — concluiu o post.

Alessandro Silva foi preso no mesmo dia do crime. Segundo a PM, os policiais apreenderam também a faca usada pelo ex-companheiro. De acordo com relatos, Alessandro teria esfaqueado Kamila após uma discussão entre os dois. Ela estava na companhia das filhas quando foi atingida. Ainda de acordo com uma vizinha, que preferiu não ser identificada, o autor chegou a fugir e se esconder em oficina mecânica antes de ser preso.

— Vi quando o marido estava em fuga e os populares estavam atrás dele, mas não chegaram a agredi-lo porque o dono da oficina o escondeu dentro do estabelecimento e chamou a polícia — disse a moradora, que contou ainda que o ex da vítima já tinha histórico de ser agressivo.

— Ela foi morar nessa rua (Salvador Salbaté) há pouco tempo para fugir dele justamente por causa dessas agressões — acrescentou.

Uma amiga de Kamila, que também preferiu não se identificar, contou que ela se mudou para a Rua Salvador Sabaté no domingo. Inconformado, Alessandro foi atrás da ex e a esfaqueou. Duas crianças estavam junto com sua mãe na hora que ela voltava da igreja, quando o ex apareceu e houve uma discussão, contaram as pessoas que viram o ataque.

Kamila e Alessandro tinham um relacionamento

Kamila e Alessandro tinham um relacionamento Foto: Reprodução/Redes Sociais

Segundo a Polícia Civil, o caso foi registrado na 33ª DP (Realengo). Alessandro Silva foi preso em flagrante e vai responder pelo crime de feminicídio tentado.

Fonte:

Tags:  
Link de Acesso a Matería
Após deixar hospital, mulher esfaqueada pelo ex diz: ‘Não deixe passar em vão’ – O Itaqui Notícias Após deixar hospital, mulher esfaqueada pelo ex diz: ‘Não deixe passar em vão’ | O Itaqui Notícias