Adolescentes eram exploradas em casa de prostituição em Ceilândia

Publicado por 19 de setembro de 2018 às 08:07

Após denúncias e uma investigação de quatro meses, a Delegacia Especial de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) deflagrou, no último fim de semana, a operação Raabe, de combate à exploração da prostituição de adolescentes. Os agentes flagraram uma casa de prostituição que funcionava em Ceilândia, em um estabelecimento comercial, e era mantida por um homem de 40 anos e uma mulher de 28.

No local, três adolescentes, com idades entre 15 e 16 anos, e mulheres maiores de 18 anos eram exploradas sexualmente. O local, segundo a polícia, ambém funcionava como ponto para o tráfico de drogas. Maconha e cocaína eram vendidas aos frequentadores do bar.

A mulher atuava como gerente e administrava as atividades irregulares no local, além da venda das drogas, de acordo com as ingestivações. O homem foi descrito como sendo violento e ameaçava as vítimas, sempre portando arma de fogo.

A equipe realizou ainda buscas com cão farejador na casa do investigado e encontrou uma pistola modelo PT 57 SC, calibre 765. No bar, apreenderam porções de cocaína. Também cumpriram mandados de busca e apreensão nas residências de pessoas que teriam se relacionado com as adolescentes.

 

Correiobraziliense

Fonte:

Tags:  
Link de Acesso a Matería
Adolescentes eram exploradas em casa de prostituição em Ceilândia – O Itaqui Notícias Adolescentes eram exploradas em casa de prostituição em Ceilândia | O Itaqui Notícias