Doutor Bumbum é denunciado por homicídio doloso e pode pegar até 30 anos de prisão

Publicado por 16 de agosto de 2018 às 08:29

O Ministério Público do Rio apresentou denúncia contra o médico Denis Furtado, o ‘Dr. Bumbum’, por homicídio doloso pela morte da empresária Lilian Calixto, no mês passado, depois de realizar um procedimento estético no apartamento do médico. A informação foi dada pelo colunista Ancelmo Gois.

Também foram denunciadas pelo crime a médica Maria de Fátima Barros Furtado, mãe do Doutor Bumbum, a secretária e namorada dele, Renata Fernandes Cirne, que está grávida, e sua empregada doméstica, Rosilane Pereira da Silva.

A denúncia afirma que o médico, inscrito nos conselhos regionais de Medicina do Distrito Federal e do Estado de Goiás, atuava irregularmente no Rio sem possuir qualquer especialização que o habilitasse para o procedimento estético de bioplastia, que foi realizado em Lilian Calixto. Já a mãe de Denis, que tem registro cassado pelo Cremerj, apresentava-se como médica e atuava com o filho nos procedimentos cirúrgicos, captando pacientes e orientando-as quanto à quantidade de produto a ser injetada.

Ainda de acordo com a denúncia, os quatro foram enquadrados no artigo 121 do Código Penal – matar alguém mediante paga ou promessa de recompensa, ou por outro motivo torpe. A pena prevista é de doze a trinta anos de reclusão, caso a justiça reconheça o dolo eventual, quando o indivíduo assume o risco de morte.

Lilian Calixto passou por uma bioplastia de aumento dos glúteos, com injeções de PMMA, uma substância química, em quantidades acima da recomendada. A empresária morreu devido a uma complicação por causa da intervenção.

Extra

Fonte:

Tags:  
Link de Acesso a Matería
Doutor Bumbum é denunciado por homicídio doloso e pode pegar até 30 anos de prisão – O Itaqui Notícias Doutor Bumbum é denunciado por homicídio doloso e pode pegar até 30 anos de prisão | O Itaqui Notícias