Vulcão entra em erupção em ilha indonésia já devastada por terremoto e tsunami

Publicado por 3 de outubro de 2018 às 08:47

A ilha indonésia de Sulawesi, que foi atingida por um forte terremoto seguido de tsunami, enfrenta nesta quarta-feira (3) a erupção do vulcão Sotupan. O número de mortos na catástrofe de sexta-feira (28) subiu para 1.407 e equipes de resgate seguem mobilizadas em busca de sobreviventes.

Ainda não há relato de vítimas do vulcão, que fica a cerca de 600 km de Palu e Donggala, as duas cidades mais devastadas pelo terremoto e pelo tsunami. O vulcão, que é um dos mais ativos da ilha, emitiu uma coluna de fumaça e cinza de 4 mil metros de altura. As autoridades estabeleceram um raio de segurança de 4 km ao redor da cratera.

A atividade do Sotupan coincide com a do Anak Krakatau, localizado no estreito de Sunda, entre as ilhas de Sumatra e Java, que nas últimas semanas registrou dezenas de erupções.

Terremoto e tsunami

O porta-voz da Agência Nacional de Gestão de Desastres (BNPB, sigla em indonésio), Sutopo Purwo Nugroho, afirmou que as autoridades acreditam que o número de vítimas do terremoto e do tsunami seguirá aumentando.

Prédio ficou danificado em meio aos destroços em uma vila de pescadores em Palu, na Indonésia, após região ter sido atingida por terremoto e tsunami — Foto: Adek Berry / AFP

Prédio ficou danificado em meio aos destroços em uma vila de pescadores em Palu, na Indonésia, após região ter sido atingida por terremoto e tsunami — Foto: Adek Berry / AFP

O número de feridos graves que estão hospitalizados subiu para 2.549 e o de desaparecidos chega a 113. Além disso, 70.821 pessoas estão em 141 abrigos e as autoridades já contabilizaram 65.733 casas destruídas.

A grande maioria das vítimas pertence a Palu, capital da província de Sulawesi e com uma população de aproximadamente 350 mil habitantes. O restante das vítimas é do distrito vizinho de Donggala e de partes de Sigi e Parigi Moutong.

Escombros e carros destruídos em Petobo, Sulawesi — Foto: Cruz Vermelha da Indonésia / via Reuters

Escombros e carros destruídos em Petobo, Sulawesi — Foto: Cruz Vermelha da Indonésia / via Reuters

Em alguns pontos em Palu, o solo ainda está muito instável. O excesso de água faz com que ele entre em um processo de “liquefação”, formando “ondas” que que destroem imóveis. Um vídeo divulgado pelo porta-voz da BNPB há alguns dias mostra moradores se deslocam em busca de local seguro.

Sistema de alerta

O porta-voz da BNPB afirmou que 63% dos indonésios na região atingida pelo terremoto e pelo tsunami não escutaram as sirenes de alerta de ondas gigantes. E acrescentou 71% da população do país nunca fez uma simulação de resposta a desastres.

O centro de pesquisa alemão que desenvolveu o sistema de alerta indonésio afirmou que ele funcionou corretamente. Para GFZ, houve uma falha na comunicação entre as autoridades locais e as pessoas que estavam na costa.

Anel de Fogo do Pacífico

O terremoto de sexta no país, de magitude 7,5, foi mais potente do que os tremores que deixaram mais de 500 mortos e 1.500 feridos na ilha indonésia de Lombok em agosto passado.

Especialistas afirmam que o terremoto pode ter relação com a atividade vulcânica. Danny Hillman Natawidjaja, um geólogo do Instituto de Ciências da Indonésia, explicou que as ondas sísmicas do terremoto podem ter aumentado a pressão na câmara de magma e provocado a erupção. “Não sabemos ao certo”, disse, segundo a Associated Press.

Já o chefe da agência de Vulcanologia e Geologia de Desastre da Indonésia, Kasbani, observou que houve um aumento na atividade vulcânica desde julho, que foi intensificada na segunda-feira (1º). “Ainda não podemos dizer que há uma ligação direta, já que a montanha está muito distante”, declarou.

A Indonésia, um arquipélago de 17 mil ilhas, está em uma das regiões mais propensas a tremores e atividade vulcânica do mundo: o Círculo de Fogo do Pacífico. Cerca de 7 mil tremores atingem essa área por ano, em sua maioria de magnitude moderada.

A região, de cerca de 40 mil km de extensão, tem formato de ferradura e circunda a bacia do Pacífico, abrangendo toda a costa do continente americano, além de Japão, Filipinas, Indonésia, Nova Zelândia e ilhas do Pacífico Sul.

Mapa mostra como aconteceu o tsunami na Indonésia — Foto: Infografia: Juliane souza e Roberta Jaworski

Mapa mostra como aconteceu o tsunami na Indonésia — Foto: Infografia: Juliane souza e Roberta Jaworski

Fonte:

Tags:  
Link de Acesso a Matería
Vulcão entra em erupção em ilha indonésia já devastada por terremoto e tsunami – O Itaqui Notícias Vulcão entra em erupção em ilha indonésia já devastada por terremoto e tsunami | O Itaqui Notícias