Desgaste, estratégia e lado psicológico: Barbieri estuda Flamengo para decisão com Cruzeiro na Libertadores

Publicado por 27 de agosto de 2018 às 08:41

A três dias da partida de volta das oitavas de final da Copa Libertadores, contra o Cruzeiro, no Mineirão, o Flamengo arriscou, colocou seus titulares em campo diante do América, no Independência, pelo Campeonato Brasileiro, e se frustrou com o empate por 2 a 2 cedido no fim. A ideia do técnico Mauricio Barbieri era somar três pontos nesse domingo, ter chance ao menos de voltar à vice-liderança e encostar no São Paulo. No fim das contas, o time seguiu em terceiro, com 41 pontos, quatro a menos que o líder. Agora, como administrar a parte física e o ânimo do time antes de um compromisso em que o rubro-negro terá a obrigação de vencer ao menos por dois gols de diferença? Na ida, deu Raposa por 2 a 0.

Logo depois do empate com o América, Barbieri minimizou o fato de usar os titulares às vésperas de uma decisão. “O Cruzeiro também usou a maioria de seus jogadores no sábado e a diferença de um, dois dias, é pequena. Tem que conseguir através do controle da carga, das avaliações, colocar aqueles em melhores condições para aquele jogo. Talvez, a melhor equipe para começar o jogo quarta-feira não é a equipe que iniciou hoje, mas não tenho como dar essa resposta agora. Tenho que esperar as avaliações, ver com os jogadores, treinar, ver quais as soluções a gente tem para definir a equipe e isso será feito nos próximos dois dias”.
Contra o Fluminense, no sábado à noite, Mano Menezes iniciou o jogo com oito titulares do Cruzeiro. No decorrer, escalou mais dois.
O desgaste do time flamenguista pode ser ainda maior pela decisão do clube de voltar ao Rio de Janeiro antes de encarar o Cruzeiro no Mineirão. O time treina nesta segunda à tarde e na terça-feira pela manhã no Ninho do Urubu. À tarde, retorna a Belo Horizonte. A partida está marcada para quarta-feira, às 21h45 (de Brasília).
Lado psicológico
O treinador também desconectou o resultado no Brasileiro da Copa Libertadores. Barbieri assegurou que o Flamengo terá ânimo suficiente para brigar no Mineirão pela classificação às quartas de final. “É outra competição, é outro adversário e outro momento. O Cruzeiro tem uma boa vantagem (venceu por 2 a 0 no Maracanã), mas nós vamos tentar de tudo para reverter esta situação ou para levar a definição aos pênaltis ou no tempo normal. Nós vamos ter que entrar em campo ligados e determinados a buscar o resultado necessário”.
Na quarta-feira, só o 2 a 0 favorável ao Flamengo leva a decisão para os pênaltis. Outras vitórias por dois ou mais gols de vantagem dão aos rubro-negros a classificação nos 90 minutos (3 a 1, 3 a 0, 4 a 2, etc). Na Libertadores, diferentemente da Copa do Brasil, o gol fora de casa é qualificado até a fase semifinal.
Ainda que reconheça a dificuldade da missão contra o Cruzeiro, Mauricio Barbieri vê condições de o Flamengo avançar na Libertadores. “Sobre os gols, acho que a gente até pode sofrer um gol, mas aí teríamos que fazer três. Na verdade, quem passa somos nós. Não existe esse negócio de não pode sofrer gols. Cruzeiro tem uma vantagem importante, mas nosso papel é reverter essa vantagem para levar para pênaltis ou até passar direto. Precisamos ser consistentes defensivamente, sabemos que a equipe do Cruzeiro é muito boa. Os detalhes vão fazer a diferença. Precisamos entrar atentos para os detalhes fazer a diferença a nosso favor”.
Por sua vez, o Cruzeiro avança às quartas de final da Copa Libertadores no tempo normal se empatar ou perder por um gol de diferença. No Rio, o time celeste venceu com gols de Arrascaeta e Thiago Neves.
Fonte:df.superesportes

Fonte:

Tags:  
Link de Acesso a Matería
Desgaste, estratégia e lado psicológico: Barbieri estuda Flamengo para decisão com Cruzeiro na Libertadores – O Itaqui Notícias Desgaste, estratégia e lado psicológico: Barbieri estuda Flamengo para decisão com Cruzeiro na Libertadores | O Itaqui Notícias