Fluminense aproveita as falhas do Atlético-PR e vence no Maracanã

Publicado por 21 de maio de 2018 às 09:55

No duelo contra uma equipe conhecida pelo toque de bola, mas que pouco agride, o Fluminense aproveitou as falhas do Atlético-PR para se reabilitar no Brasileiro. Os 2 a 0 serviram para manter a sincronia entre o time de Abel Braga, a torcida e o Maracanã: são, agora, duas vitórias e um empate no estádio.

O tricolor, que vinha de uma derrota, de certa forma injusta, pelas chances criadas, para o Botafogo, subiu quatro posições e está em quinto.

A partida começou em alta velocidade. Com precisão nos passes, o Fluminense chegava com facilidade ao gol de Santos. Sornoza, duas vezes, e Pedro criaram boas chances antes dos 14 minutos. O meia equatoriano assustou em cobrança de falta da intermediária e, após tabela com Marcos Júnior, em chute da entrada da área. Já o atacante, de bico, testou os reflexos do goleiro paranaense.

Enquanto o time do técnico Fernando Diniz insistiu, no início, nas bolas aéreas —o que os zagueiros do Fluminense afastavam sem problema — o tricolor se aproveitou de um dos avanços do rival para abrir o placar. Marcos Júnior puxou o contra-ataque e tocou para Jadson tabelar com Gilberto na área. O lateral-direito rolou de calcanhar para trás, o volante soltou a bomba, Santos espalmou e Thiago Heleno marcou contra.

Se os chuveirinhos na área não funcionavam, os chutes de longe levaram perigo ao gol de Júlio César, especialmente com Thiago Carleto, ex-jogador das Laranjeiras.

Jadson foi um dos destaques do na etapa inicial. Após chutão na saída de bola de Júlio César, Pedro tocou de cabeça e o volante fez ótimo lançamento para Marcos Júnior invadir a área e ampliar.

Renan Lodi desperdiçou a melhor chance do Furacão aos 46, quando bateu para fora, rente à trave, da entrada da pequena área. O time paranaense terminou o primeiro tempo com 63% de posse de bola.

O ritmo do jogo caiu na etapa final. Se por um lado o Atlético-PR — que voltou com o atacante Ribamar no lugar do zagueiro Zé Ivaldo —tocava a bola mas demorou a chegar com perigo, o Fluminense criou contra-ataques que poderiam ter ampliado o placar.

PEDRO SAI COM DORES

Eufórica com a boa atuação e incentivando o time, praticamente, desde o início, a torcida tricolor ovacionou Marcos Júnior quando ele foi substituído por Matheus Alessandro.

Bill, que acabara de entrar, desperdiçou, aos 34 minutos, a melhor chance do segundo tempo, da entrada da pequena área, ao obrigar Júlio César a fazer ótima defesa, bloqueando o chute do adversário.

A noite tricolor só não foi perfeita porque Pedro, aos 39, deixou o campo de maca, com dores na perna.

 

Extra

Fonte:

Tags:  
Link de Acesso a Matería
Fluminense aproveita as falhas do Atlético-PR e vence no Maracanã – O Itaqui Notícias Fluminense aproveita as falhas do Atlético-PR e vence no Maracanã | O Itaqui Notícias