COB investigará Goto e CBG por má conduta ética em casos de abuso

Publicado por 25 de maio de 2018 às 09:29

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) comunicou, em nota, que seu Conselho de Ética vai investigar a Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) e o treinador e coordenador de ginástica Marcos Goto por suspeitas de terem tido má conduta ética no caso dos abusos sexuais cometidos pelo ex-técnico Fernando de Carvalho Lopes. A iniciativa foi da Comissão de Atletas, que pediu a investigação (ocorrerá em sigilo).

A decisão de acatar o pedido foi unânime. Há, pelo menos, 40 relatos de abuso contra Lopes. A denúncia veio a público no “Fantástico”, no fim de abril.

O Conselho de Ética é um órgão relativamente novo no COB — foi criado com o novo estatuto e trabalha desde o dia 23 de março. Esse vai ser o primeiro caso tratado pelo órgão, e o relator será o conselheiro presidente Alberto Murray Neto. Caputo Bastos (ministro do Tribunal Superior do Trabalho), Samy Arap (advogado e ex-presidente da Confederação Brasileira de Rúgbi), Ney Bello (desembargador do Tribunal Regional Federal da 1ª Região e Membro Independente) e Bernardino Santi (médico que participou de várias delegações olímpicas do Brasil) são os outros membros.

Os investigados terão que explicar o motivo pelo qual só agiram sobre denúncias de abuso sexual no clube MESC, de São Bernardo do Campo, depois que o caso foi revelado. Além disso, foi disponibilizado um canal para denúncias, e os relatos colhidos ali serão usados no processo.

“O Conselho de Ética do Comitê Olímpico do Brasil vem (…) comunicar que, por unanimidade, resolve admitir a Representação oferecida pela Comissão de Atletas e instaurar o devido procedimento, cujo trâmite seguirá em absoluto sigilo”, explicou o COB em nota.

 

 

Por:Extra

Fonte:

Tags:  
Link de Acesso a Matería
COB investigará Goto e CBG por má conduta ética em casos de abuso – O Itaqui Notícias COB investigará Goto e CBG por má conduta ética em casos de abuso | O Itaqui Notícias